O TEU JARDIM (poema). Mai Văn Phấn. Traduzido do francês para o português por Nuno Júdice

Mai Văn Phấn

Traduzido do francês para o português por Nuno Júdice

 

 

Poeta Nuno Júdice

 

 

 

O TEU JARDIM

 

Depois da chuva a planta fica esbelta

As suas faces voluptuosamente verdes

Essa mão de folha é sempre doce

 

O som do pássaro Bach Tananh lançando a sua rede

Aperta-me com força contra as toranjas, a raiz da figueira

As malvas, as lavandas, os gerânios…

Que adoçam as roupagens do outono

 

Os teus olhos brilhantes vêem tudo depois fecham-se

 

Ergo ao rosto do sol

Uma piroga da madrugada

Dizes-me que espere antes de fechar à chave a porta.

 

 

 

VƯỜN EM

 

Sau cơn mưa dáng cây thon nhỏ

Mướt xanh hai mặt lá

Bàn tay lá ấy luôn mềm

 

Tiếng chim Bách Thanh tung lưới

Thít chặt anh cùng bòng bưởi, rễ si

Hoa cẩm quỳ, oải hương, phong lữ…

Dịu dàng thêm khăn áo mùa thu

 

Mắt em lóng lánh khắp nơi khép lại

 

Anh bước lên vạt nắng

Một con thuyền ban mai

Em bảo hãy chờ để khoá chặt cổng.

 

 

 

NUNO JÚDICE

 

Nuno Manuel Gonçalves Júdice Glória OSE. GOSE (Portimão, Mexilhoeira Grande, 29 de abril de 1949) é um ensaísta, poeta, ficcionista e professor universitário português.

 

Licenciou-se em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e obteve o grau de Doutor pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, com uma dissertação sobre Literatura Medieval.

 

Professor do ensino secundário, desde 1992 até 1997, foi professor da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, até à sua aposentação, como professor associado, em 2015.

 

Foi diretor da revista literária Tabacaria (1996-2009), editada pela Casa Fernando Pessoa e Comissário para a área da Literatura da representação portuguesa à 49ª Feira do Livro de Frankfurt. Foi também Conselheiro Cultural da Embaixada de Portugal (1997-2004) e diretor do Instituto Camões em Paris. Organizou a Semana Europeia da Poesia, no âmbito da Lisboa '94 - Capital Europeia da Cultura. É atualmente diretor da Revista Colóquio-Letras da Fundação Calouste Gulbenkian.

 

Poeta e ficcionista, a sua estreia literária deu-se com A Noção de Poema (1972). Em 1985 receberia o Prémio Pen Clube, o Prémio D. Dinis da Casa de Mateus, em 1990. Em 1994 a Associação Portuguesa de Escritores, distinguiu-o pela publicação de Meditação sobre Ruínas, finalista do Prémio Europeu de Literatura Aristeion. Assinou ainda obras para teatro e traduziu autores como Corneille e Emily Dickinson.

 

A sua obra inclui antologias, edições de crítica literária, estudos sobre Teoria da Literatura e Literatura Portuguesa. Mantém uma colaboração regular na imprensa. Lançou, em 1993, a antologia sobre literatura portuguesa do século XX, Voyage dans un siècle de Littérature Portugaise.

 

Tem obras traduzidas em Espanha, Itália, Venezuela, Inglaterra, França, México, Irão, China, Albânia, Suécia, Dinamarca, Grécia, Marrocos, Líbano, Colômbia, Canadá e República Checa.

 

 

 

Natureza, exercícios e vida selvagem à porta de Lisboa

A beleza da natureza em Portugal

 

 

 

 

 

 

BÀI KHÁC





























Thiết kế bởi VNPT | Quản trị